Estado Novo e Corporativismo

Adalberto Cardoso

Resumo


O artigo avalia a natureza do corporativismo no primeiro governo
Vargas, chamando a atenção para o fato de que apenas no período
1937-43 o ele adquiriu sentido forte no Brasil, com conseqüências
globais para as relações de classe. Antes e depois disso, a faticidade
da regulação corporativista foi, para dizer o mínimo, débil.

Texto completo:

PDF